Domingo, 23 de Outubro de 2005

...

Faz agora muita distância… contudo não sabemos se os velhos e os novos se dividem entre a máquina e o suor. A distância não é coisa para medir os anos ao corpo. A distância dos anos não é como a distância dos extremismos. Tão vazios eles são! Tão pobres, tão iguais… o mesmo ar, o mesmo risco na gravata, a mesma presunção de glória facilitada por um plano televisivo e contabilístico. Faz agora muita distância, contudo não sabemos se haverá uma análise justa para definir o novo, há um produto e uma legítima duvida sobre o conteúdo, as máquinas não nos beijam com verdade, não nos fazem sentir sexualmente inteiros. Mas o grande partido. O grande líder, o mais triste e o mais perigoso da classe politica vem com a sua tribo tecnocrata, vem com um modelo de chefe de família muito próximo ao modelo fascista, vem um exemplo de virtudes para a classe dominante. Vem mostrar-se anjo, quando o sabemos imperador.


Lobo 05
publicado por relogiodesacertado às 21:33
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O gato que vê o frio dent...

. Os ratos na toca tem filo...

. Essa estrada

. ...

. ...

. ...

. ...

. A morte da mulher do Dono...

. ...

. Nas tuas mãos

.arquivos

. Agosto 2013

. Julho 2012

. Maio 2012

. Maio 2011

. Setembro 2010

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.favorito

. ...

blogs SAPO

.subscrever feeds