Domingo, 2 de Abril de 2006

...

Tu meu amor
apenas tu meu amor
os gestos como que a desenhar as nuvens
como as curvas do teu corpo
como um fio suspenso sobre a noite e sobre a respiração.

Tu  meu amor
apenas tu meu amor.

Agradeço por seres o meu outro lado
por sentir o teu outro lado
tu meu amor esta alegria de haver um sol
a brilhar entre nós
de haver uma chuva torrencial a cair muito forte e a brotar verdadeiramente
o que está de essencial na terra e no coração.

Tu meu amor
apenas tu meu amor
aquela pedra no meio da água faz o nosso amor mais forte
aquela luz sobre os nossos olhos e aquela escuridão
faz o nosso amor ainda mais próximo da liberdade
ainda mais dentro do peito
e mesmo sendo uma dor mais forte
o amor, o nosso amor
o amor universal
o absoluto amor dos bichos e das pedras
o amor que está na nossa solidão e no modo de cada um comungar
cada gota de água e cada migalha de pão.

Tu meu amor
meu grande amor
onde não te encontrar sei que estás mais perto e és mais forte.

Tu meu amor
apenas tu meu amor
aquela pedra no meio e aquele gesto e tudo o que nos fere será abençoado por nós
e tudo o que nos amarra será abençoado por nós.

O nosso amor
o amor no modo completo com que imaginamos tocar a terra
com que sabemos estar com com outros quando não estamos com os outros
e descobrimos que isso é o mais doce amor

Tu meu amor
apenas tu meu amor apesar do cansaço e apesar da tristeza.

Tu meu amor
meu pequeno e grande amor
pequeno amor das sementes
pequena gota de água
profundo oceano, profundo amor em cada batimento, em cada ritmo, em cada fluir de sangue e de energia.

Tu meu amor
apenas tu meu amor.

Estarei sózinho
e não estando de modo algum estarei contigo quando perto da minha sombra estiver a árvore a comungar da água e a água a receber o sol quando provamos o fruto, quando sabemos que a nossa existencia é uma forma passageira de a partir do nada chegarmos á eternidade.

Tu meu amor
apenas tu meu amor.

lobo 06

publicado por relogiodesacertado às 02:48
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O gato que vê o frio dent...

. Os ratos na toca tem filo...

. Essa estrada

. ...

. ...

. ...

. ...

. A morte da mulher do Dono...

. ...

. Nas tuas mãos

.arquivos

. Agosto 2013

. Julho 2012

. Maio 2012

. Maio 2011

. Setembro 2010

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.favorito

. ...

blogs SAPO

.subscrever feeds