Quinta-feira, 24 de Agosto de 2006

peço ao rio

Peço ao rio

que não acorde a madrugada

que esta dormindo

 

A madrugada agora esta provando a agua que os homens bebem

 

E ela se esta enamorando do rio que habita a paisagem que pintamos de solidão

 

Peço ao rio que não acorde a canção em cada ser e que leve a madrugada ao

cansaço de cada homem.

 

Peço ao rio

que não acorde a madrugada que esta dormindo.

Ela agora esta saboreando

o doce de cada fruto

e com os olhos se desenha a paisagem que o amor nos inspira.

 

Peço ao rio que não acorde a paz que há em cada elemento

e que a agua atravesse o coração de quem contemple .

 

Peço ao rio que nao acorde a madrugada que esta dormindo.

 

escrito em bolognano

23 08 06

lobo

publicado por relogiodesacertado às 17:07
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De MoonLight a 25 de Agosto de 2006 às 10:53
Que essa paz venha e preencha cada ser... Para que através dela e do amor profundo se consiga "recuperar" este canto do Universo onde vivemos.
Mais um belo poema.
Bjs de Luz


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O gato que vê o frio dent...

. Os ratos na toca tem filo...

. Essa estrada

. ...

. ...

. ...

. ...

. A morte da mulher do Dono...

. ...

. Nas tuas mãos

.arquivos

. Agosto 2013

. Julho 2012

. Maio 2012

. Maio 2011

. Setembro 2010

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.favorito

. ...

blogs SAPO

.subscrever feeds