Quinta-feira, 30 de Março de 2006

...

Ontem ia eu na minha viagem de autocarro e em cada paragem ouvia o nome de um morto, todas as ruas tem o nome de um morto. Gostava de ouvir soar aos meus ouvidos, a rua da primavera, a rua de maio, a rua do gato. Próxima paragem rua do defunto, próxima paragem rua fernando pessoa, seria mais poetico rua guardador de rebanhos. E continuei a pensar, qualquer dia temos ruas com nomes dos orgãos do corpo, ruas dos rins, rua da bexiga, rua do transplante, rua do desplante. Finalmente o autocarro chegou. Próxima paragem rua da cerveja sem alcool.

 

lobo 06

publicado por relogiodesacertado às 16:19
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Nina a 30 de Março de 2006 às 20:09
de facto, nunca tinha pensado nisso lobo mau...ruas de mortos mesmo...e dos orgãos dispenso mas com nomes de obras tal como essa era fixe ou então as mais poeticas, pois trazia sorrisos ás pessoas...ate as ruas se tornam cinzentas...os nomes são pesados e trasnportam cargas negativas... rua do mar aberto, rua do esconderijo, rua dos pistachios mesmo ao ladito dessa para onde vais da cerveja sem alcool... :)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O gato que vê o frio dent...

. Os ratos na toca tem filo...

. Essa estrada

. ...

. ...

. ...

. ...

. A morte da mulher do Dono...

. ...

. Nas tuas mãos

.arquivos

. Agosto 2013

. Julho 2012

. Maio 2012

. Maio 2011

. Setembro 2010

. Janeiro 2009

. Junho 2008

. Maio 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Dezembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

.favorito

. ...

blogs SAPO

.subscrever feeds